25.2.10

A descoberta de Bikini: estratégias e instruções de sobrevivência



Lugar imprevisível, às vezes explosivo. É sabido que ilhas vulcânicas podem sumir misteriosamente causando grandes tremores e tsunamis. É melhor aproximar-se no fim da tarde ou início da noite, quando a brisa é mais fria e as águas estão mais calmas. Não desembarque de imediato. Tenha paciência. Observe a paisagem. Os montes. A selva escura. Admire-a intensamente. Procure uma praia tranqüila. Deixe as ondas lamberem as costas por uns minutos. Sinta o cheiro.

Nunca vá direto ao ponto. Nunca! É morte certa. É imprescindível familiarizar-se com o território, tornar-se parte dele. Quando estiver pronto, escale os montes até encontrar o ponto de apoio. Se não resistir, morda. Se a terra tremer não solte. Use as mãos, os dentes. Não solte! Busque os outros pontos, no norte, no sul. Só assim, a ocupação terá sucesso. Deste ponto em diante, não há mais como desistir.

Em certo momento, ela vai parecer dócil, inofensiva, completamente vulnerável. Não baixe a guarda. Foi numa tarde calma, nos anos 50, que Bikini explodiu em fúria radiativa. Portanto, ao deslizar para a selva, não esqueça de manter uma presença estratégica lá no alto.

É objetivo desta expedição descobrir o que ocorre depois. Não se sabe se reações nucleares causam singularidades. Dizem os cientistas que, quando se atravessa um buraco negro, o tempo pára e o espaço se contrai. Eu estava no meio do caminho quando penetrei na selva escura e fui surpreendido por um tremor pulsante. Desci escorregando pelas bordas em círculos e fui lançado ao ponto de onde sequer a luz consegue escapar. A última coisa que lembro foi ter segurado uma coisa rígida com os dentes.

3 comentários:

Bandoleiro do Pensamento disse...

Caro Helder: Descobri seu site da " Divina Comédia"!!...Quero aqui prestar meus respeitos e agradecimento por me possibilitar ler o grade DANTE on-line!!!...Muito obrigado e boa ventura pra Voce!

tha_alonso disse...

dia da mulher e leio esse texto... (agora de verdade)
adorei. adocicado, sensual e feminino.
passa no meu canto depois!
bjos
thaalonso.blogspot.com

Lucia Villa Real disse...

Muito bom Helder,

Suave e sutil.
Adorei ler este post.