19.2.08

Falta de palavras

Não, o blog não morreu. Foi falta de assunto, ou excesso. Dá no mesmo. O ano começou, a Lua cobriu o Sol (e hoje à noite ela dá o troco), fiz viagens, vi peças e li livros, e nada de palavras. Histórias há. Faltam palavras. Talvez apareçam se eu fingir que elas existem. Talvez.

3 comentários:

Ana disse...

Oi Moço!

É assim mesmo!

São tantas coisas que a gente se perde!

Como digo queria ter uma máquina de digitar pelo pensamento!

Bj!

Patrícia Carvoeiro disse...

:-)

Anônimo disse...

Ahn.....cadê?! Sinto falta dos seus textos..... :-(

bjos,
Maria.