2.3.07

Combustão

Meu computador morreu de auto-combustão. Ele já matava ácaros, formigas e até bichos maiores. Não chegou a cuspir fogo. Um dia, não agüentando o calor das terras gaúchas, teve um derrame digital. Seus semicondutores não agüentaram e dilataram. Ficou lerdo como lesma e passou a atormentar o disco que surtou várias vezes em telas azuis. Tive tempo para salvar os dados, mas os programas foram junto com as senhas que não lembro, marcadores e outras coisas. Mas estou em outra máquina. É emprestada, mas os posts vão voltar.

3 comentários:

sandra disse...

hahahahahahahahaha!

Helder, esse post é o espelho do nome do blog!!! Viagem...

Ri muito!!!

Beijos

Ana Rafaela disse...

Helder! Pude fotografar o eclipse total da lua e captar o tom avermelhado que a lua ficou no momento em que fico completamente coberta.

Aqui vai o link para as fotos! Abraços!


http://ubbibr.fotolog.com/photo__/

Rafaela Tabosa

Vozes na mente do Társis o obrigam e ele escreve disse...

Gaúcho, telas azuis e morto. Quando foi o enterro desse grande gremista?

Bem, está na hora de ter um notebook, não acha?

Tudo bem que eu não tenho grana sequer para um palm, mas..

Na verdade eu tenho o meu "palmpobre", presente da G. que funciona muito bem, desde que a caneta não acabe.
Pelo menos ele não deforma, não tem cheio, nem solta as tiras. Bem só um pouquinho...

Abraço saudoso!