4.9.04

Primeira viagem...

Gravura de M.C.EscherEu nunca soube o que escrever em um blog. Nunca consegui me decidir sobre um tema. Quero todos os temas. Não tenho um único interesse. Não tenho área. Não tenho tema.

Já comecei outros blogs, todos finados. A causa mortis eu sei qual era: nasceram mortos! Eu tentei dar vida a zumbis. Em um publiquei textos que escrevera em datas passadas. No outro inventei um pseudônimo para poder ter mais liberdade, para polemizar. Não funcionou...

Eu não sei o que escrever neste blog. Isto é um bom começo, pois assim ele é imediato, autêntico. Não falarei de temas mortos; não criarei escritores sem alma. Aqui sou eu, Helder. O próprio, sem máscara, sem nome inventado. Desorientado, confuso, instável, contraditório e disperso. Aquele que não sabe o que quer, porque tudo quer. Aquele que não consegue terminar, apenas começar.

Eu só precisava começar. Faz meses que eu empurro com a barriga... Desta vez o blog está no meu próprio site. Não vou conseguir me livrar dele tão fácil. Aos visitantes, não prometo literatura, nem bom senso, nem coerência, nem regularidade. Nem mesmo viagens reais; mas sempre há alguma verdade nas ficções. Não sei qual será a forma disto. Talvez fique banal, repetitivo, óbvio, insincero... Talvez eu não consiga me expor. Talvez só revele coisas desinteressantes... Como saber? Só começando.

6 comentários:

Helder da Rocha disse...

Aqui quem escreve sou eu mesmo. Preciso de pelo menos um comentário para terminar de configurar este site (os acentos estão esquisitos e eu não sei a causa) Portanto, este comentário não está valendo!

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Teste de comentário.
{{Helder;http://www.helderdarocha.com.br/blog/;helder.darocha@gmail.com}}

Anônimo disse...

Novo%20teste%20de%20coment%E1rio.%20O%20Blogger%20alterou%20o%20funcionamento%20de%20coment%E1rios.
{{Helder da Rocha;http://www.helderdarocha.com.br/blog/;helder.darocha@gmail.com}}

Liv disse...

Adorei ler vários textos seus... tanto que não resisti e coloquei em meu blog... se me permite!!!!
Achei muuuuito inspirador!!! Parabéns!

Lígia Lira disse...

Helder, podes ter certeza de que não és um viajante solitário, estou fazendo parte de tua caravana!!! Tb sou daqueles que quero tudo e ao mesmo tempo de nada sei! Fiquei aliviada quando encontrei teu blog, por acaso, (em busca de gravuras para o meu pano de fundo)e li tuas palavras. Pensei até que fosse eu quem as estivesse escrito (quanta presunção!), mas por que parecem saídas de dentro das minhas inquietaçõies na busca de criar meu bolg, que há tanto era desejado e cobrado por algumas pessoas que me são especiais. Quero parabenizá-lo por ter, enfim, encontrado uma forma tão autêntica da fazer o que idealizastes e, por me inspirar e dar coragem em seguir adiante. Sou iniciante, marinheira de primeira "viagem", não sei nem mesmo se deixando meu recado aqui poderás me localizar, por isso deixo o nome do meu blog: mochilas e frufrus, no blogspot. Espero receber tua visita em breve, iniciei tudo há poucos dias,na verdade, menos de uma semana. Então, me desculpes o mau jeito, mas quem sabe, assim como tu, eu tb cheguerei lá?
Abraços!